News

sara pinto

sara pinto

Tese de mestrado: “Os assistentes sociais e a criação de áreas protegidas em Portugal (1976-1980)”, Carlos Gomes

Esta investigação de mestrado - “Os assistentes sociais e a criação de áreas protegidas em Portugal (1976-1980)” - tem como epicentro temático o Serviço Social e o ambiente. O objecto desta investigação centra-se no estudo do papel desempenhado pelos assistentes sociais (AS) na criação, organização e gestão de áreas protegidas. Em concreto, a investigação centra-se no processo de criação do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) e do Parque Natural de Montesinho (PNM). A investigação tem como principais objectivos: i) perceber o processo de integração dos assistentes sociais na estrutura organizacional e os níveis de entrosamento nas equipas multidisciplinares; ii) identificar as tarefas, procedimentos e responsabilidades assumidas pelos AS, assim como as competências profissionais que mobilizaram; iii) enquadrar a actuação destes AS no quadro da evolução do Serviço Social português nas últimas quatro décadas. Quanto à metodologia, a escolhida foi a qualitativa e, como técnicas de recolha de dados, foram usadas narrativas biográficas, entrevistas semi-estruturadas e pesquisa documental em acervos históricos do PNSE e do PNM e da imprensa regional da época. O tratamento do material recolhido efectou-se com o recurso a análise de conteúdo categorial. Das considerações que é possível apontar, nesta investigação, salienta-se uma actuação de cariz comunitário, por parte das assistentes sociais, assente em abordagens participativas e com vista à dinamização e desenvolvimento do território. Salienta-se, ainda, que esta actuação foi desenvolvida em complementaridade com outros técnicos, no âmbito da concretização dos objectivos de um parque natural. Este trabalho permite, ainda, documentar aspectos da identidade profissional do Serviço Social português que, à época, interveio como agente no interface entre política social e política ambiental.

Read more...

NEW HEADING/NOVA RUBRICA REPORTHA: Portuguese Parks to the world/Parques Portugueses no Mundo

 

In this new heading we highlight some of the main Portuguese national parks, valuing their contribution to the environmental heritage outreach.

 

This month – OMARE - The Northern Littoral Natural Park (Portugal)

OMARE - The Northern Littoral Natural Park (in Portuguese, Parque Natural do Litoral Norte), one of the thirteen natural parks of Portugal, is the scope of the project OMARE (Marine Observatory of Esposende). Marine Observatory of Esposende discloses biodiversity for science, conservation and sustainable development. The Natural Park encompasses the shores of the Atlantic Ocean and the project aims to create a monitoring and information system of the Northern Littoral, providing regular information on the state of marine environment.

More information at http://www.omare.pt/.

 

---

 

Nesta nova rubrica destacamos alguns dos principais parques naturais portugueses, valorizando o seu contributo para a divulgação do património ambiental.

 

Este mês - Parque Natural do Litoral Norte (Portugal)

OMARE – O Parque Natural do Litoral Norte, um dos treze parques naturais de Portugal, integra o projeto OMARE (Observatório Marinho de Esposende). O Observatório Marinho de Esposende constitui um portal de informação da biodiversidade marinha do litoral norte de Portugal, dedicado à ciência, conservação e desenvolvimento sustentável. O projeto pretende a criação de um sistema de informação e monitorização da biodiversidade marinha do Parque Natural do Litoral Norte, cujo objetivo principal será o fornecimento regular de informação sobre o estado da biodiversidade.

Mais informação em http://www.omare.pt/.

 

 

Read more...

NEW HEADING/NOVA RUBRICA REPORTHA: Naturae theatrum et mundum/ The theatre of nature and the world/ O teatro da natureza e o mundo

This month we begin a new section entitled "Naturae theatrum et mundum/The theatre of nature and the world". In this space, we will disclose short scripts concerning major Environmental History topics. These texts, under the form of reflections, comments on books/films/music/photos, fieldwork reports, projects’ presentations / academic works, among others, should encourage idea and experience sharing and reinforce collaboration between all members of REPORT(H)A. With this new section we hope to illustrate the growing dimension and thematic extent that defines Environmental History today.

Este mês damos início a uma nova rubrica a que chamámos "Naturae theatrum et mundum/O teatro da natureza e o mundo". Neste espaço, divulgaremos pequenos textos sobre grandes temas relacionados com a História Ambiental. Sob a forma de reflexões, comentários a livros/filmes/músicas/fotografias, relatos de trabalho de campo, apresentação de projetos/trabalhos académicos, entre outros, estes textos deverão estimular a partilha de ideias e experiências, reforçando a colaboração entre todos os membros da REPORT(H)A. Com esta nova rubrica esperamos ainda ilustrar a crescente dimensão e a enorme riqueza temática que hoje define a História Ambiental.

This month/Este mês: ACACIAS IN A BOTANICAL THEATRE: LINKING THE OLD AND NEW WORLDS/ ACÁCIAS NUM TEATRO BOTÂNICO SEISCENTISTA, ENTRE O VELHO E O NOVO MUNDO (by Manuel Miranda) pdf.EN pdf.PT

Manuel Miranda Fernandes (CEGOT / FLUP) https://www.researchgate.net/publication/328772341_Acacias_errantes_acacias_infestantes_notas_sobre_a_ascensao_e_queda_de_uma_utopia_florida

Read more...

História de uma quarentena – a História (não) se repete / Story of a quarantine - how history (does not) repeats itself

“No Lazareto de Lisboa” – 1881

Tendo em mente a situação de confinamento em que nos temos encontrado, procuramos testemunhos de como outrora se viveram momentos semelhantes. Lembramos aqui a obra “No Lazareto de Lisboa”, uma publicação humorística e satírica da autoria de Rafael Bordalo Pinheiro a propósito da sua permanência no Lazareto, onde foi obrigado a cumprir quarentena devido ao perigo de propagação da febre-amarela, quando do seu regresso do Brasil, em 1879. Publicada em 1881, com textos e ilustrações de sua autoria, a obra “No Lazareto de Lisboa” relata em magistrais caricaturas as peripécias da sua estadia no Brasil e as saudosas recordações de Lisboa. A obra integral está disponível para consulta em:

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/RaridadesBibliograficas/NoLazaretodeLisboa/NoLazaretodeLisboa_master/NoLazaretodeLisboa.pdf

Considering the lockdown condition in which we are presently living, we looked for references on how people coped with these situations in the past. We present here, the humorous and satirical reportage from the renowned Portuguese artist Rafael Bordalo Pinheiro, written during his stay on Lisbon lazaret (hospital for contagious illness), in a mandatory quarantine to avoid the spread of the yellow-fever, after his return from Brazil (1879). Published in 1881, “No Lazareto de Lisboa” (“The Lazaretto of Lisbon”) shows illustrations and caricatures and includes personal thoughts and anecdotes to depict the author’s adventures in Brazil and his quarantine in the lazaretto. The full book is available on:

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/RaridadesBibliograficas/NoLazaretodeLisboa/NoLazaretodeLisboa_master/NoLazaretodeLisboa.pdf

Read more...

PostDoctoral Fellowship in Reunion Island (France) about Sustainable Islands and Creole Ecologies (Environmental History) with CAMPUS FRANCE

Campus France funds post-doctoral research from the following countries: Australia, Austria, Belgium, Brazil, Bulgaria, Canada, Chile, China, Croatia, Cyprus, Czech Republic, Denmark, Estonia, Finland, Germany, Greece, Hong Kong, Hungary, Iceland, Iran, Ireland, Israel, Italy, Japan, Latvia, Lithuania, Luxembourg, Malta, Netherlands, New Zealand, Norway, Poland, Portugal, Romania, Russia, Singapore, Slovakia, Slovenia, South Africa, Spain, Sweden, Switzerland, Taiwan, United Kingdom, United States. 

As part of our project about Sustainable Islands, Creole Ecologies: an Environmental History of Biodiversity, Health and Nutrition in Tropical Island Societies (late 19th to late 20th century), here attached, we could apply for a postdoc.

For this purpose, it would be convenient that the postdoc be interested in tropical environmental history issues. We are open to any topic in environmental history and geography, although we would prioritize topics related to biodiversity conservation, food and health.

Requirements for the PhD: be a foreigner, with a thesis from the last five years and have not been resident in France since September, 1st 2019. 

Please pass this on to candidates interested in studying any related subject and who understand and talk French (B1-C2) and are fluent in English (C1-C2). Spanish or Portuguese are complementary.

The application opens in May and ends on 5 July.

This is the call in FRENCH:

https://www.campusfrance.org/fr/financement-de-contrats-pour-les-post-doctorants-0?fbclid=IwAR3BlQtZMKeQAdkW_bDsB4ezAmmMTlUhGcJdKhPgQ2ZPuNH0saWQqFsmVB8

Please contact at this email address : This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Read more...

About REPORT(H)A

News & Events